Concreto preto: Como é feito e onde é aplicado | Arquitetos Online
Estúdio Change

Concreto preto: Como é feito e onde é aplicado

O concreto pigmentado na cor preta vem se destacando na arquitetura e pode se mostrar funcional e extremamente bonito ao ser utilizado de forma correta em um projeto.

A prática vem ganhando espaço nos últimos anos e, por mais que não seja ainda tão usual, é um ponto de destaque e diferencial dentro de um projeto de arquitetura. Vale destacar que, por mais que esteja se tornando tendência hoje, essa prática vem de muito tempo atrás.

A história do concreto preto

Esse processo de concreto colorido é antigo e vem desde a década de 50. A prática consistia em pigmentar o concreto, seja com algum tonalizante líquido ou em pó aos agregados do concreto (areia ou brita).

Isso tinha uma medida correta a ser seguida e o material tonalizante precisava somar no máximo 5% do peso total do cimento.

Para o concreto preto, de forma mais específica, o produto que incluíam era óxido de ferro. Com esse material, o cimento ficava com a cor preta e sem perder qualidade no material de trabalho.

Aperfeiçoamento ao longo dos anos

Com o passar dos anos a prática foi se aperfeiçoando e hoje é utilizada em áreas externas e internas de grandes projetos de arquitetura. 

A prática serve para criar ambientes mais rústicos, mas a sua funcionalidade chama atenção por poder compor locais mais sofisticados. Tudo está diretamente ligado na forma que a textura com o cimento preto será feita em um determinado ambiente.

Utilização com cuidado

O concreto pigmentado precisa ter um controle maior e um conhecimento na hora de elaborar o material para que não comprometa a estrutura onde será utilizado. A prática requer muito estudo na hora de criar o material e aplicar também.

Geralmente, deve-se buscar fornecedores especializados em concreto pigmentado para evitar contratempos na hora de sua obra. É importante ressaltar também que esse material requer cuidados e manutenção em período constante.

O resultado dentro de um ambiente é notável e a diferença em relação ao concreto considerado comum é alta. O custo benefício do concreto pigmentado pode sair mais caro do que o tradicional, mas existe uma carta na manga para isso.

O concreto é mais caro, mas por não precisar gastar com revestimentos e acabamentos, você acaba economizando e essa diferença deixa o material com um custo-benefício bem interessante.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com os amigos!